Época Furacões Atlântico 2021: Tempestade Tropical CLAUDETTE (FINAL)

Época Furacões Atlântico 2021: Tempestade Tropical CLAUDETTE (FINAL)

UPDATE 22/06/2021

E a CLAUDETTE já não é um sistema tropical, pelo que termina aqui o seu acompanhamento.

UPDATE 21/06/2021

E a CLAUDETTE voltou à categoria de Tempestade Tropical. Encontra-se localizada entre a Carolina do Norte e a Virginia e desloca-se com ventos máximos sustentados de 65km/h para nordeste.

Na imagem abaixo à esquerda temos as trajetórias possíveis e na direita o mapa de intensidade que mostra a possibilidade de alguma intensificação ligeira nas próximas horas para depois ir perdendo intensidade nos próximos dias.

Não será problema para águas nacionais!

UPDATE 20/06/2021

E formou-se oficialmente a Depressão Tropical CLAUDETTE. É a terceira da época ciclónica do Atlântico 2021.

A Tempestade formou-se no Golfo do México, entretanto entrou nos EUA e neste momento é uma Depressão Tropical em terra mas que irá regressar ao mar, devendo evoluir para Tempestade Tropical, mais tardar, amanhã (2ª feira).

Espera-se a deslocação da mesma ao longo da costa leste dos EUA enquanto se desloca para nordeste em direção à Terra Nova, altura em que perderá as características tropicais.

Neste momento apresenta ventos máximos sustentados de 50km/h, mas que aumentarão a partir do momento em que chegar ao mar.

Não é problema para águas nacionais!

Saiba mais sobre os ciclones tropicais aqui: https://www.meteomira.com/2021/05/10/ciclones-tropicais-do-atlantico-porque-se-formam-e-como-evoluem/

Nas imagens seguintes podemos ver, à esquerda, através da imagem oficial da NOAA, a localização da Tempestade e a sua potencial trajetória. À direita, temos a imagem atual eco da Tempestade.

As imagens seguintes mostram a possível evolução da trajetória pelos modelos globais e dos furacões (esquerda) e a evolução em termos de intensidade prevista pelos vários modelos.

É presumível que a Tempestade não ganhe muito mais força e perca rapidamente as características tropicais.

Siga toda a informação em http://www.facebook.com/meteomira

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *