Verão 2022 – Mais leste que norte

Share this post

Posted by: admin Comments: 2 0

O Verão de 2022 tem tudo para ser um Verão diferente do anterior… com anticiclone a estender-se em crista desde os Açores até às ilhas britânicas, poderá desenvolver uma circulação maioritariamente leste, após um período inicial até meados de julho, onde o norte será a direção principal do vento e onde as bolsas de ar frio em altura podem desencadear episódios de trovoadas localmente intensas.

Contacte a MeteoMira, através de: meteomira.rm@gmail.com

Nos Açores, Julho mais estável e Agosto/Setembro podem trazer muita instabilidade… na Madeira, oscilação entre circulação nordeste, humidade e vento e períodos quentes derivados da subida do geopotencial (que deverá ocorrer algumas vezes e ser pontualmente persistente).

Assim, numa primeira fase, poderá até apesar de quente no interior e sul, apresentar nortada isto em junho e até meados de julho, mas o esperado desenvolvimento do anticiclone para a costa ocidental de França, trará circulação leste e tempo quente até próximo do mar bem mais cedo que no ano anterior e de forma mais persistente.

Assim, mesmo a norte e centro litoral, os nevoeiros deverão ocorrer na primeira metade do Verão climático (até meio de julho)… a mudança poderá ocorrer após isso mesmo!

Contacte a MeteoMira, através de: meteomira.rm@gmail.com

O output dos modelos em termos de anomalia de temperatura desloca mais para sul litoral essa anomalia, condizente com a possibilidade dos nevoeiros se posicionarem mais entre a Costa de Lisboa e a Costa Vicentina este ano.

Será, ao que tudo indica, um Verão muito quente na metade interior do território continental, mas não é de descartar a ocorrência de situações de trovoadas localmente intensas (e que podem ser secas).

A anomalia da temperatura da água do mar é essencialmente na costa litoral sul este ano, sem que se verifique anomalia negativa a norte (pedaço a azul na costa sul litoral).

A partir de meio de julho e depois de uma primeira metade menos quente junto ao mar e até com alguma instabilidade, o Verão deve “apertar”, com a subida do geopotencial e a intensificação do leste.

Acredito num Verão muito quente no interior e a norte/centro e num Verão mais ameno no litoral sul e região ocidental do distrito de Lisboa, com o vento por vezes a assumir a sul litoral vertente norte/noroeste e muitas vezes componente nordeste/leste no interior, com uma anomalia de pressão negativa em Espanha-centro e uma anomalia de pressão positiva a nordeste dos Açores, favorecendo uma circulação como as setas a azul.

Isto na Madeira quer dizer na prática que maioritariamente teremos circulação nordeste, com humidade a norte e terras altas, algum vento, mas períodos bem quentes devido à subida de geopotencial.

Contacte a MeteoMira, através de: meteomira.rm@gmail.com

Nos Açores, espera-se que algumas bolsas de ar frio em altura possam despoletar, principalmente em Agosto e depois Setembro, alguns episódios de tempo muito instável, mas com um Julho mais seco (veja-se em Agosto e que é exemplo também em Setembro, a anomalia positiva de precipitação nos Açores).

O Verão promete ser prolongado no tempo, a época de furacões promete ser muito longa e intensa (teremos de, a partir de Setembro olhar para o Atlântico devido aos Açores e porque não a Portugal Continental e Madeira (aqui mais para finais de Setembro e Outubro).

Se gostar dos conteúdos da MeteoMira e quiser contribuir para o seu continuo desenvolvimento e melhoria, bem como ajudar na subscrição de serviços premium que adquirimos para lhe dar a informação o mais atualizada possível, pode fazê-lo através de:
IBAN PT50 0018 000322504419020 11
MBWAY 912101683

Para atualizações diárias e semanais, consulte http://www.facebook.com/meteomira

Comments (2)

  • Maria do Carmo Vitória Reply

    O que quer dizer com anomalia positiva de precipitação em Set para os Açores?

    Junho 6, 2022 at 9:55 pm
    • admin Reply

      Mais chuva que o normal.

      Junho 8, 2022 at 12:09 pm

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *