PREVISÃO MENSAL OUTUBRO 2021

Outubro meio chuvoso torna o lavrador venturoso

Outubro é o 1º mês do novo ano hidrológico 2021/2022.

Alertamos para o facto de uma previsão mensal apresentar ELEVADO risco e dever ser considerada apenas como uma tendência.

Em termos de temperatura e de precipitação, os modelos apontam no sentido de um mês mais quente que o normal climático em todo o território (continente e ilhas) e mais seco que o normal na Madeira e Portugal Continental (poderá não ser a norte), sendo previsivelmente chuvoso nos Açores, em especial na metade ocidental do Arquipélago.

Na prática, Outubro volta a apresentar uma enorme imprevisibilidade devido à forte atividade tropical no Atlântico e que poderá trazer um ou mais sistemas tropicais para águas nacionais, com especial destaque numa primeira fase para os Açores e, a partir de meio do mês, também possivelmente para Portugal Continental e Madeira.

Deverá ser um mês marcado por forte variabilidade climática, assente num prognóstico geral de NAO-, ou seja, com maior pressão na Gronelândia que nos Açores (situação que pode inverter temporariamente entre final da primeira semana e meio da 2ª semana) e com um fator que pode ou não vir a ter influência no seu final, um possível aquecimento da estratosfera bastante cedo para o que é habitual.

Portugal Continental

A entrar com uma descida de um sistema depressionário que deverá deixar precipitação principalmente a norte do Vale do Tejo e, em especial, à metade norte e centro-norte litoral. Essa precipitação ocorrerá a partir de dia 2 e até 5, não sendo de descartar que possa manter-se a norte mais um ou dois dias.

Já a sul apenas deverá chover no domingo (3).

Trará um início de Outubro mais fresco e até pontualmente ventoso a norte.

A partir de 6 (7 a norte) e até ao quarto crescente (13) espera-se maioritariamente tempo anticiclónico, com estabilidade e temperaturas muito agradáveis para a época.

A partir do quarto minguante, a tendência muda um pouco, com possibilidade de aproximação de alguma bolsa de ar frio em altura, com tempo mais fresco e até com alguma instabilidade.

Essa instabilidade poderá criar vir a criar um fluxo de sudoeste a partir de 20’s, não sendo de descartar a aproximação de algum sistema tropical ou subtropical. O período mais chuvoso do mês deverá ocorrer a partir desse dia 20 (Lua Cheia).

Açores

Mês marcado por muita chuva e instabilidade e com fluxo dominante de sudoeste, mas começando seco e até agradável, até dia 4. Depois de 5 poderá então iniciar a circulação mais tropical ou subtropical, com a aproximação de um ou outro sistema deste género (Tempestade Tropical ou Furacão) entre 6 a 8 de Outubro.

O período entre a passagem desse sistema tropical e o início da 2ª quinzena poderá representar o período mais estável na região, mas a aproximação da Lua Cheia deverá voltar a incrementar circulação sudoeste de cariz subtropical e que poderá manter-se, alternada com aproximações de norte, até final do mês.

Madeira

Primeiros 15 dias de estabilidade, pontuado por uma frente fraca a 3/4 de Outubro e por alguns aguaceiros por volta de 11-13. O período mais instável do mês poderá surgir por volta de 20, com circulação sudoeste e até com possibilidade de algum sistema de características tropicais ou subtropicais em aproximação ao Arquipélago.

Resta-nos desejar um excelente mês de Outubro e relembrar que apesar da muita qualidade das previsões de Agosto e Setembro, esta previsão de Outubro apresenta risco em termos de acerto e deverá ser sempre atualizada na sua página.


Se gostar dos conteúdos da MeteoMira e quiser contribuir para o seu continuo desenvolvimento e melhoria, bem como ajudar na subscrição de serviços premium que adquirimos para lhe dar a informação o mais atualizada possível, pode fazê-lo através de:
IBAN PT50 0018 000322504419020 11
MBWAY 912101683

Informação https://meteologix.com/pt e https://www.tropicaltidbits.com/

Para atualizações diárias e semanais, consulte http://www.facebook.com/meteomira